MENSAGEM DA NEGA VELHA NANÁ

Resultado de imagem para preta velha

Salve os pretos-velhos!

Sejam sempre bem-vindos entre nós!





Eta mundo difícil que vocês vivem...

Vocês gostam de complicar tudo, né filhos?

Por que amar se podem se odiar?

Ora, vocês parecem que gostam de sofrer...

Eu até entendo que a vida deva ser prazerosa, mas vocês estão confundindo o que é prazer...



Eu sinto prazer de estar com vocês, compartilhando um pouco do que já aprendi em minhas jornadas da vida.

Eu, bem sabem os filhos, sofri muito o preconceito daqueles que se acham diferenciados.

Porém, isso só me fortaleceu o espírito, porque pude perceber que não há amor nesses corações que renegam o próximo. Eles ainda não entenderam que somos todos iguais.

Eles ainda estão jungidos pelas religiões que adestram o ser e manipulam seu conhecimento.

Os pretos-velhos têm como tarefa ensinar vocês a amar sem preconceito. Por isso nós nos apresentamos nesta roupagem.

Vejam, meus filhos, o espiritismo vem se renovando e trazendo alguns médiuns para a conscientização de que não é possível o amor incondicional se julgamos o outro por sua cor, por sua condição financeira, por sua nudez que se mostra sem medo de ser quem é.

Os novos grupos que trabalham em prol da humanidade, estão sendo formados de modo a superarem os antigos ensinamentos do espiritismo.

Nem Umbanda, nem espiritismo, nem outra coisa qualquer que possa separar...O universalismo vem à tona para unir os corações no mesmo Amor.

Nós os pretos-velhos nos sentimos agraciados pela oportunidade de nos mostrarmos na humildade da figura que essa roupagem representa.

Entendam que, como muitos médiuns já trouxeram em sua literatura, os pretos-velhos já viveram outras vidas com outras roupagens. Eu, meus filhos, já fui adgvogado, fazendeiro, já fui juiz de grande renome, já fui da nobreza...

Aprendi muito com essas vidas, porém nenhuma vida me ensinou mais que essa que passei como negra e escrava...

Filhos de fé, despojem-se dos preconceitos, tirem suas máscaras de bondade e de beleza artificial e se conectem ao coração. Deixem a razão e atendam ao amor compassivo.

Nós estamos aqui para ajudar nessa tarefa evolutiva.

Médiuns precisamos de vocês para juntos trabalhar na Luz !

Negros, brancos, espíritas, umbandistas, católicos, evangélicos, todos irão despertar!

Esse é o final feliz que todos nós aguardamos para este planeta

Namastê!

Salve!



Canalizado por Nadya Prem

Partcipe do blog http://www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br

torne-se membro do grupo:http://www.facebook.com/groups/espiritoespirito

Siga Nadya em http://www.facebook.com/nadya.r.s.prado

TREINANDO SEU SEXTO SENTIDO



Quando nascemos nossos pais nos ensinaram a falar, andar e usar adequadamente os cinco sentidos. Sentindo distinguindo o perfume das flores e os odores desagradáveis, identificando paisagens e pessoas. Crescemos, fomos à escola e aprendemos a escrever, a fazer contas e uma série de outras habilidades por meio dos nossos sentidos. Na profissão que escolhemos nos tornamos competentes e utilizamos dos sentidos de formas variadas  Mas, e nosso sexto sentido?

Ninguém nos ensinou a usá-los. Não há escola, até então, que tenha em sua grade curricular, uma matéria que desenvolva o nosso sexto sentido. Dom natural que trazemos  como espíritos em nossa multidimensionalidade.

Nosso espírito está se manifestando na matéria física e para tanto ele se reveste de vários corpos energéticos que o permitem transitar por aqui. Cada um desses corpos sutis interage com a vida terrena.
O sexto sentido ou mediunidade é a interação entre os mundos terreno e sutis.

Quando encarnamos somos agraciados pelo véu do esquecimento de nossas vidas passadas e de nossa condição como espíritos. Estamos galgando os primeiros degraus da evolução e o nosso planeta tem uma aura muito densa, que reflete a nossa condição evolutiva, ainda precária. Somos muito apegados aos valores materiais e as sensações vulgares. Pouco conhecemos sobre nossa essência espiritual.

O sexto sentido será  considerado com naturalidade à medida que o seres humanos evoluam, despertando sua consciência.Temos a cada dia mais espíritos renascendo com o sexto sentido desenvolvido e com o compromisso de auxiliar a humanidade a despertar para sua essência espiritual.

O medo ainda impera entre os homens. Conhecer sua natureza espiritual é um trabalho que exige coragem, imbuída do amor que transforma os corações. Somos chamados ao trabalho em prol da evolução terrena. Para tanto o sexto sentido é imprescindível.

Quantos espíritos trouxeram ao mundo terreno o conhecimento que acelerou seu progresso. Infelizmente, quase  sempre, mal utilizado pelo instinto egoísta e ambicioso.
Esses homens de coragem continuam a renascer para ajudar o desenvolvimento humano. Nesse grupo estão os médiuns de toda espécie. 

Einstein, espírito mais evoluído, veio a Terra, encarnado com esse propósito. Ele tinha um grande resgate adquirido em outro planeta mais evoluído que este. De onde veio tanto conhecimento? Como explicar sua sapiência?
Em seu espírito imortal estavam gravadas suas memórias que pelo acesso mediúnico trouxe à tona em sua vida .

A mediunidade ou sexto sentido, como queiram, é um atributo natural que em alguns está mais desenvolvido que em outros. Sabemos que a causa desse estado mediúnico pode tanto ser alavancada pelo altruísmo e a dedicação ao amor incondicional quanto por reajustes do espírito em délito com o Criador e as criaturas.

Seja pelo amor ou pela dor, o destino do ser é a evolução e a conexão direta com o Divino.


Mensagem de Elucidação dos Guias Espirituais 



Queridos irmãos,

É com um doce sentimento de brandura que venho me comunicar com vocês.

Fui abençoada pela oportunidade de trazer um pouco de luz, não minha, mas de nosso eterno Criador.

Ele nos permitiu estar aqui para auxiliá-los no empenho de transformação interior.

Cada um de vocês precisa aprender a praticar seu sexto sentido ou mediunidade.

Cada um de vocês possui o potencial para manifestar o Divino que os habita.

Essa manifestação se faz presente por meio da mediunidade.

O corpo físico é apenas um veículo para se movimentarem no mundo denso. Ele possui vida enquanto for morada temporária do espírito.

Estar em conexão com a Luz tem como premissa a sutilidade que somente o espírito pode alcançar. O corpo humano , por si só, não pode navegar nas águas profundas do Todo.

Jungidos pelo peso da esfera terrena, os espíritos permeiam pelas dimensões sutis como mortos-vivos. Sem nenhuma consciência de sua condição, ficam a mercê das energias destoantes que a região umbralina emana em todas as direções.

Envolvidos pelo orgulho e ilusão da intelectualidade esquecem seu verdadeiro destino e paragem

Acordem filhos, despertem desse sono agitado!

O pesadelo que vivenciam da dor e do sofrimento é apenas criação humana.

Estamos unidos para trazer ao planeta elucidação e consciência.

Se você já começou a iluminar o seu caminho pela reforma intima poderá usufruir desse portal de conhecimento e renovação.

Desprenda-se dos preconceitos, julgamentos, dogmatismos e crenças.

Liberte-se do homem velho!

Viaje nas ondas crescentes da expansão da consciência.

Não há mais como retornar ao antigo estado de prostração, urge a mudança, sejamos breves e eternos.

Breves em empenho evolutivo e eternos em amor compassivo.





RAYANNA Além das Fronteiras

Enviados de Deus

Canalizado por Nadya Prem


Para entrar em contato com seu sexto sentido:



Vamos neste artigo trazer uma prática para treinar a sua terceira visão.



·        Uma vez por semana, sempre no mesmo dia e horário, escolha um canto acolhedor de sua casa ou de um parque e se sente             confortavelmente.

·        Silencie, feche os olhos e entre em contato com ser corpo.

·        Perceba sua respiração, seus pensamentos, seus sentimentos.

·        Deixe fluir o que vier e tome consciência de seu estado emocional.

·        Após alguns minutos de contato com o seu ser, abra os olhos e comece  a focar  o seu olhar em um objeto específico, seja numa  árvore ou uma vela acesa.


·        Toda vez que dispersar com pensamentos e outras distrações, volte a focar o objeto escolhido.

·        Após alguns minutos, feche os olhos e deixe que seu terceiro olho dê continuidade para a prática, percebendo que a imagem focada     continuará presente em seu cérebro e desta vez apenas ativada pelo sexto sentido visual do chacra frontal , entre as sobrancelhas.

·        Pode ser que esse objeto focado vá desaparecendo aos poucos e outra imagem surja.

·        Deixe que seu terceiro olho visualize livremente...

 

Para agendar orientação com Nadya Prem envie e-mail para nadyaprado@uol.com.br

Depressão e Reencarnação

 Depressão X Reencarnação

Você já sentiu desânimo, vontade de ficar na cama, uma tristeza sem motivo lhe tirando o bem-estar?

Acredito que todos nós, um dia, já nos sentimos assim e, muita gente está presa atualmente aos sintomas da depressão, sem saber o que fazer.

Não se assuste se esses sintomas vem lhe tirando o sossego,   eles podem estar relacionados com vivências passadas e fazem parte de nosso processo evolutivo. Porém, temos que nos conscientizar dessa questão para que saibamos como agir diante da depressão e como nos libertarmos dessa sensação de apatia e má vontade conosco e com a vida à nossa volta.

Às vezes passamos por problemas que nos atingem de tal forma que nos tornamos depressivos. Quando isso acontece e não temos força para sairmos desse estado, que passa a  ser uma rotina na vida, o estado depressivo se transforma num transtorno.

Estar depressivo, em alguns momentos, faz parte de nosso crescimento e vivência. Conduz-nos à reflexão e interiorização necessárias ao entendimento de nós mesmos.

A continuidade do estado depressivo e seu agravamento ocorrem quando não possuímos recursos para driblar com criatividade as adversidades da vida.

É como dar a volta por cima ou atravessar uma ponte, isto é, passar pelo desânimo e ir em frente para novas experiências.

A depressão é resultado da desilusão. Estamos aqui aprendendo a viver em harmonia com a vida e com as contrariedades que são um caminho de oportunidades para a evolução espiritual.

Mas, por que algumas pessoas passam por problemas com muita assertividade e tolerância e outras parecem nunca estar satisfeitas? Passam a vida reclamando, depressivas e doentes, mesmo tendo ótimas oportunidades à sua frente. São pessoas que trazem um excesso de negativismo e se deixam abalar por todas as situações adversas. Não possuem flexibilidade e são rabugentas.

As diferenças entre as pessoas, a conduta mental e emocional, ultrapassam os limites desta vida. Somos resultado de várias vivências encarnatórias. Nascemos, renascemos e trazemos à tona nossas sombras por meio de cada nova encarnação.

Segundo Jung não somos uma “tábua rasa” como Freud acreditava. Freud defende que uma criança começa a formar seu ego a partir do nascimento. Jung, pelo contrário, afirma no seu livro Tipos Psicológicos: A disposição individual é já um fator na infância; é inata e não pode ser adquirida durante o curso da vida.
No olhar transpessoal espiritualista, o transtorno de depressão, quando não justificado por um problema desta vida, tem suas raízes  em vidas passadas. Vivemos há milênios acumulando egoísmo. Quem de nós se considera imune das vicissitudes do ego?

Orgulho, ganância e poder dominaram a humanidade em seu roteiro evolutivo e ainda continuam imperando como erva daninha que precisa ser extirpada pela raiz. O sofrimento continua sendo o remédio amargo que escolhemos para a cura.

Levados pelo egoísmo, não sabemos como lidar com a frustração. Querer que a vida seja do nosso jeito, que tudo seja como planejado, criando expectativas e ilusões. 

Quando desencarnamos, percebemos o quanto desperdiçamos as oportunidades do caminho. Os bens materiais não nos acompanham. Deixamos de amar incondicionalmente e nos apegamos aos objetos de nosso desejo, que não nos acompanham quando a morte chega.

No mundo astral, o espírito acorda de suas ilusões.  Muitos continuam vivendo próximos à matéria, apegados ao que deixaram. Outros não reconhecem sua nova condição. Assim caminham como doentes e sofredores. Alguns reagem com raiva e com instinto de vingança.

A desilusão, com o desencarne, pode tornar o espírito inconformado com seu estado atual, desapontado com sua situação, não aceitando as coisas como são.

Nos labirintos do ego, o espírito se perdeu na esperança de ter seus caprichos atendidos. Entretanto quando a morte do corpo físico lhe desvenda os mistérios da vida espiritual, ele se vê surpreendido por sua real condição vibratória. Nesse momento se inicia o sofrimento reeducativo da depressão.

Em uma próxima encarnação, o espírito terá a oportunidade de resgatar o equilíbrio mental e emocional por meio de experiências que o forcem a aceitar humildemente a si mesmo e a vida sem devaneios. Enquanto ele não expandir sua consciência, que o libertará das amarras do egoísmo, as situações adversas lhe acompanharão.

Por isso, tantas pessoas atualmente passam pelo transtorno de depressão. Vaga tristeza que burila a alma em seu processo reeducativo.

Aos poucos, o ego vai perdendo seu império, derrotado pelo sofrimento. Contempla-se um novo sentido para a vida, por meio do amor a si e ao outro. Assumir nossa dualidade, que nos impulsiona ao crescimento. Reconhecer as sombras que ainda são necessárias para compreendermos nossa luz.

Uma vela acesa durante a luz do dia não servirá para diluir as trevas. Porém, na escuridão de uma noite sem luar, a pequena vela reconhecerá sua chama abrasadora e luminosa.

Sejamos sinceros sem autopiedade. Somos responsáveis por nossa situação atual e temos o potencial para alterar nosso estado de espírito.

Aquietando a personalidade reativa e resmungona, façamos brilhar a essência luminosa que nos habita e, que é essa vela acesa em nossa estrada.

Observe a si mesmo, perceba seus pensamentos, seus sentimentos e tome consciência dos seus enganos. Então mude sua atitude diariamente, em cada momento que surgir a oportunidade para fazer diferente. Guarde a certeza que nossa vida não termina com a morte e não se iniciou no ventre materno. 

Viemos e voltaremos para nossa casa espiritual. Então sejamos cuidadosos com a bagagem que iremos levar quando retornarmos.

Chega de acumular ilusões! 

Deixar o orgulho de lado e preencher todo o vazio com a centelha da humildade que mantém a chama acesa.
 
Seja Amor!
Eu sou Nadya Prem, sou terapeuta transpessoal e Naturopata. Para agendar consulta presencial ou à distância envie um e-mail para:  nadyaprado@uol.com.br
 

Como escutar nosso Anjo da Guarda



Deixe seu anjo da guarda soprar em seus ouvidos as mais belas palavras de amor.

Você reconhecerá sua presença, porque seu anjo é luminoso e cheio de gratidão.

Ele lhe ensinará que a vida é um caminho de renovação, de aprendizado e lhe aquecerá o coração.

Toda vez que ele chega perto, um calor , uma serenidade, toma o nosso ser.

Anjo guardião, espírito de bondade, faça-nos ouvir suas canções, que louvam o Divino!

Perdão, caridade, fraternidade...

Suas palavras sempre  abençoam nossa caminhada por essa vida.

E em nossos tropeços ele nos reergue e nos reanima.

Anjo da guarda, deixai-nos ouvir a sua voz, amém!